Introdução

O Brasil é o maior país da América do Sul e o quinto do mundo em extensão territorial. Com proporções continentais, estende-se por uma área de 8.514.876,599 km². Ao norte, é cortado pelo Equador, enquanto ao sul, pelo trópico de Capricórnio. São mais de 206 milhões de habitantes que vivem em sua maioria nas cidades, segundo o Censo de 2010. A população formou-se pela interação entre os povos europeu, africano e nativos indígenas. Mais tarde, depois da libertação dos escravos negros, o país recebeu várias correntes imigratórias (alemães, italianos, espanhóis, japoneses e sírio-libaneses) que contribuíram também para a formação étnica atual da população. A maioria dos brasileiros é negra (50,74%). Os brancos correspondem a 47,73% dos habitantes.

Divisão geográfica

O Brasil é dividido em cinco regiões – marcadas por grandes diferenças culturais – e 27 unidades federativas, seus Estados. A região Norte inclui Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. A Floresta Amazônica e as grandes reservas indígenas ficam nessa região, a mais extensa do país.

O Nordeste brasileiro reúne Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Sua costa conta com grande número de praias, muitas ainda preservadas ou mesmo desertas. É também no Nordeste que se encontra o sertão, área mais seca do Brasil.

Do Centro-Oeste fazem parte os estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal, onde fica a capital brasileira, Brasília. O Pantanal, região que abriga uma das maiores reservas de biodiversidade do planeta, também está nessa região.

O Sudeste compreende Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. É a região mais industrializada do país e tem o maior PIB do Brasil. O Sul brasileiro contém Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina. É a região que reúne os melhores índices de desenvolvimento humano do país.

Clima

De forma geral, o clima no país é tropical. A região Norte e o norte do Mato Grosso tem clima equatorial úmido. Na parte central da Região Nordeste, prevalece o clima tropical semiárido, com tendência a seco. A faixa litorânea que vai do norte de São Paulo até o Rio Grande do Norte apresenta clima litorâneo úmido.

O Centro-Oeste, mais os Estados de Minas Gerais e Tocantins, além de algumas áreas de São Paulo (norte), Mato Grosso (sul), Piauí e Bahia (oeste), Ceará (norte) e Maranhão (leste) têm clima tropical, com verões úmidos e invernos secos.

Toda a Região Sul e o sul do Mato Grosso do Sul e São Paulo apresentam clima subtropical úmido. Nas áreas montanhosas da região Sul e em parte do Sudeste, o clima é subtropical de altitude. Durante o inverno, é possível nevar no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina .

História

Os portugueses descobriram o Brasil em 1500 por meio de expedição liderada por Pedro Álvares Cabral. A partir de então, o território originalmente habitado por indígenas tornou-se colônia da coroa portuguesa.

Entre 1555 e 1654, o país foi alvo de invasões da França e da Holanda, nos territórios hoje ocupados por Rio de Janeiro, Maranhão, Pernambuco e Bahia. Os invasores foram repelidos por revoltas populares, da qual tomaram parte tanto os colonizadores portugueses quanto os escravos negros e os nativos indígenas, bem como por acordos entre os reinos envolvidos.

Em 1808, a corte portuguesa foi transferida de Lisboa para o Rio de Janeiro, depois que as tropas francesas comandadas por Napoleão Bonaparte invadiram Portugal. Em 1815, o Brasil passou a ser reino unido a Portugal.

A independência se deu em 1822 e, a partir daí, o país se tornou monarquia constitucional parlamentarista com o nome de Império do Brasil. Dois anos depois, promulgou-se a primeira Constituição. O Brasil tornou-se república em 1889 por meio de um golpe militar.

Estrutura e sistema político

O Brasil é uma República Federativa Presidencialista, formada pela União, Estados e municípios, nos quais o exercício do poder se atribui a órgãos distintos e independentes. O chefe de Estado é eleito pelo povo por um período de quatro anos. As funções de Chefe de Estado e Chefe de Governo são acumuladas pelo Presidente da República. Os Estados têm autonomia política. O sistema político brasileiro é multipartidarista, ou seja, admite a formação legal de vários partidos políticos.

Moeda

A moeda brasileira é o Real. Criada em 1994, pode ser encontrada em seis tipos de notas: R$ 2, R$ 5, R$ 10, R$ 20, R$ 50 e R$ 100, além de moedas de R$ 0,01, R$ 0,05, R$ 0,10, R$ 0,25, R$ 0,50 e R$ 1.

Religião

Como resultado da colonização portuguesa, a religião predominante no Brasil é a Católica Apostólica Romana. O catolicismo foi a religião oficial do Estado até a Constituição Republicana de 1891, que instituiu o Estado laico. Como toda a cultura do país, o quadro de religiões passou por grandes mudanças ao longo da história. A combinação de cultos de origem católica com outros indígenas e africanos garante ao país um dos panoramas religiosos mais sincréticos do mundo.

A maior parte das crenças seguidas pelos brasileiros é cristã (católica, pentecostais, episcopais, metodistas, luteranas, batistas). Há também grande presença de kardecistas – seguidores da doutrina espírita – além de judeus, muçulmanos e budistas.

Os cultos de origem africana, como a umbanda e o candomblé, também têm grande número de adeptos em todo o território nacional.

Idioma

O português é o idioma oficial, a oitava língua mais falada no mundo e a terceira entre os países ocidentais, atrás apenas do inglês e do espanhol. Mais de 200 milhões de pessoas no mundo se comunicam em língua portuguesa, que é o idioma oficial de oito países: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Portugal e Timor Leste.

O português foi introduzido no país com a colonização portuguesa. Os índios, primeiros residentes do território, também ensinaram o tupi-guarani e o tupinambá aos colonizadores. A partir de 1757, Portugal proibiu o ensino de outra língua que não o português, por considerar os idiomas originais “uma invenção demoníaca”. Inicialmente aplicada apenas nas terras onde hoje ficam os Estados do Pará e do Maranhão, a lei foi estendida a todo o Brasil em 1759.

Economia

O país é a maior economia da América Latina, segunda da América - atrás apenas dos Estados Unidos - e sétima do mundo. O Brasil vem expandindo sua presença nos mercados financeiros internacionais e faz parte de um grupo de cinco economias emergentes formada por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, conhecido como BRICS.

Os setores agrícola, minerador, manufatureiro e de serviços são os mais fortes no país. Equipamentos elétricos, aeronaves, suco de laranja, automóveis, álcool, têxtil, minério de ferro, aço, café, soja e carne são alguns dos  principais produtos exportados pelo Brasil.

Fonte: Ministério do Turismo