Brasil passa a contar com Plataforma de Filantropia

5/abr/2017

Foto: Tiago Zenero/ PNUD Brasil

Aprofundar parcerias e alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estão entre as principais propostas da  Plataforma de Filantropia lançada hoje (5) no Brasil. O Brasil torna-se o oitavo país piloto a lançar a Plataforma, junto a Quênia, Gana, Zâmbia, Indonésia, Colômbia, Estados Unidos e Índia.

Importantes personalidades do setor filantrópico no Brasil participaram do lançamento, como investidores do setor privado e social, o GIFE (Grupo de Institutos Fundações e Empresas), o IDIS (Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social) e WINGS (Worldwide Initiatives for Grantmaker Support). 

Durante o lançamento da Plataforma no Brasil, a representante residente assistente para programa do PNUD, Maristela Baioni, destacou: “O PNUD Brasil reconhece a liderança das fundações e institutos filantrópicos nos vários segmentos da sociedade, com o desenvolvimento de ações que possuem um papel transformador no país. Estamos confiantes de que o trabalho feito aqui, alinhado com a Agenda 2030, vai se tornar referência no investimento privado e social nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. ” 
A proposta da Plataforma é reduzir a duplicação de esforços em volta dos ODS e alavancar os recursos com os parceiros, que incluem organizações e fundações filantrópicas, as Nações Unidas e outros parceiros de desenvolvimento, governos, sociedade civil e setor privado (incluindo empreendimentos sociais). A intenção é dar aos donatários e doadores mais voz no plano nacional da implementação dos ODS.

A Plataforma permite a parceria entre organizações filantrópicas, as Nações Unidas e outros parceiros de desenvolvimento, governos, sociedade civil, setor privado e empresas sociais no alcance aos ODS. 

As organizações envolvidas no lançamento da Plataforma no Brasil começaram um ciclo de cinco reuniões que resultará no mapeamento do ecossistema filantrópico Brasileiro e na definição dos temas prioritários, regiões e ODS para os investimentos privados e sociais. 

A Plataforma de Filantropia é uma iniciativa global que conecta filantropia a conhecimento e redes que podem aprofundar a cooperação, alavancar recursos e aumentar o impacto, direcionando os ODS a um planejamento de desenvolvimento nacional. Trata-se de um facilitador global que ajuda parceiros com a otimização de seus recursos, permitindo uma colaboração efetiva com o grande ecossistema de desenvolvimento nos países. A Plataforma é uma colaboração entre filantropia e a comunidade de desenvolvimento internacional, liderada por PNUD, Rockfeller Philanthropy Advisors e Foundation Center, e apoiada pela Conrad N. Hilton Foundation, Ford Foundation, MasterCard Foundation, Brach Family Charitable Foundation e UN Foundation. 

Mais informações em SDGphilanthropy.org ou SDGfunders.org.  Twitter: @PhilSDGs. 

Dúvidas:

Plataforma de Filantropia, Karolina Mzyk, Gerente de Projeto, Karolina.mzyk@undp.org 

Assessor da Rockefeller Philanthropy, Heather Grady, Vice-Presidente, hgrady@rockpa.org   

PNUD Brasil, Luciana Trindade de Aguiar, Assessora da Plataforma de Filantropia no Brasil, luciana.aguiar@undp.org 
 

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

A ex-República jugoslava da Macedônia Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Suazilândia Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue