ACNUR e PNUD criam desafio sobre refúgio e trabalho na Campus Party em Brasília

14/jun/2017

Programadores e desenvolvedores de softwares terão 24 horas para apresentar soluções que conectam refugiados com empregadores.

BRASÍLIA, 14 de junho de 2017 – Às vésperas do Dia Mundial do Refugiado, globalmente celebrado no dia 20 de junho, o ACNUR (Agência da ONU para Refugiados) e o PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) lançam nesta quinta-feira (15/06) um desafio original aos participantes da Campus Party, o maior evento de tecnologia do país, realizado no Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília.

Por meio de uma maratona de criatividade conhecida como Datathon, as duas agências da ONU estimularão os campuseiros e campuseiras a criar soluções inovadoras para coletar e utilizar dados que conectem profissionais em situação de refúgio a empregadores de acordo com suas formações e aspirações profissionais.

O Datathon, promovido pelo ACNUR e pelo PNUD, tem início às 21h30 de quinta-feira, 15 de junho, encerrando às 8h do dia seguinte (16). A proposta é integrar a pauta dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, mais especificamente o ODS 8 - “Trabalho Decente e Crescimento Econômico”, com a causa do refúgio. Está confirmada a presença de três refugiadas na abertura do Datathon.

A maratona tem início com a palestra “Os Refugiados na Nova Agenda de Desenvolvimento da ONU”, ministrada pela Assistente em Desenvolvimento Sustentável e Mudança do Clima do PNUD, Beatriz Abreu. Às 22h, a fala é do Assistente de Meios de Vida do ACNUR, Diego Nardi, sobre “Os Obstáculos à Integração dos Refugiados no Brasil - O que Podemos Fazer?”. Após as palestras, as equipes inscritas trabalharão no desafio para apresentar os resultados às 20h do dia 16, no stand montado pelo PNUD para promover os ODS.

O evento, inédito em Brasília, dará continuidade ao tema “Feel The Future” (“Sinta o Futuro”, em inglês), assunto que também foi tratado na edição anterior da Campus Party, em São Paulo. Ao todo, mais de mil especialistas, incluindo cientistas e sociólogos, estarão presentes, focados em estudar quais tecnologias terão impacto nas organizações de trabalho e como isso possibilitará novas configurações de integração entre emprego e tecnologia no planeta.

O stand do PNUD sobre os ODS estará aberto durante todo o evento, com palestras e rodas de conversa. Os ingressos para participar da maratona já estão esgotados, mas o evento conta com programação gratuita dentro do Open Campus – inclusive o stand do PNUD - com atividades de tecnologia, inovação e empreendedorismo entre os dias 15 e 17 de junho.

Para mais informações sobre as atividades sobre a participação do ACNUR e do PNUD na Campus Party:

Assessoria de Comunicação do ACNUR: (61) 3044.5744 / brabrpi@unhcr.org

Luiz Fernando Godinho – (61) 98187.0978 / godinho@unhcr.org             

Flávia Faria – (61) 99639.0450 / faria@unhcr.org

Assessoria de Comunicação do PNUD: (61) 3038.9300 / comunica.br@undp.org

Luciano Milhomem – (61) 98324.9725 / luciano.milhomem@undp.org

Guilherme Larsen – (61) 99660.9309 / guilherme.larsen@undp.org