ODS são tema da Virada Sustentável de São Paulo

24/ago/2017

Foto: Virada Sustentável - SP

A sétima edição da Virada Sustentável em São Paulo, que começa hoje e dura até o próximo dia 27 de agosto, tem os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) como tema central do evento, por meio de uma parceria com o PNUD. Ao longo dos quatro dias, serão mais de 500 atividades, espalhadas por mais de 100 pontos da capital paulista. A expectativa é de que mais de um milhão de pessoas participe da Virada. Na programação, exposições, shows, palestras e atividades que discutirão o desenvolvimento sustentável.

No Parque Ibirapuera, o “Circuito de Instalações” apresentará trabalhos de 17 artistas brasileiros e estrangeiros, tendo como tema os 17 ODS. As obras, que ficarão no parque até o dia 24 de setembro, reúnem nomes como Kadu Pifo, Paula Pim, Vitche, Jaime Prades, João Lelo, Magoo Felix, entre outros.

“A Virada Sustentável sempre defendeu uma visão integrada de sustentabilidade, que engloba, mas não se restringe, aos temas ambientais. Os ODS são hoje a agenda global mais representativa dessa visão, para a construção de um planeta mais justo até 2030. E ações locais colaboram diretamente com esse propósito. Por isso, a parceria com o PNUD é fundamental para avançarmos nesse debate”, diz o diretor-executivo do Instituto Virada Sustentável, André Palhano.

Na opinião do assessor sênior do PNUD, Haroldo Machado Filho, a Virada Sustentável promove a discussão dos ODS de forma prática, com diferentes segmentos da sociedade.“Só teremos o alcance da Agenda 2030 com ações coordenadas que dialoguem diretamente com as necessidades locais. A Virada Sustentável, que reúne representantes da sociedade civil, governos, setor privado, academia e mídia, é uma grande aliada para discutirmos com a sociedade, de forma prática e direta, quais as reais necessidades para erradicarmos a probreza, promovermos o crescimento econômico e garantirmos a sustentabilidade do planeta”, afirmou.

Sobre a Virada

A Virada Sustentável é o maior festival de mobilização e educação para a sustentabilidade do Brasil. Envolve cocriação, articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, escolas e universidades, empresas, coletivos e movimentos sociais. Teve sua primeira edição realizada em 2011, em São Paulo, e desde então vem ampliando seu escopo de atuação, promovendo edições em cidades como Sinop, Manaus, Salvador, Porto Alegre e Rio de Janeiro. Em agosto de 2016, a sexta edição da Virada Sustentável na capital paulista reuniu cerca de 1,2 milhão de pessoas em mais de 800 atividades e atrações gratuitas espalhadas por mais de 130 lugares da cidade.

No mês de junho deste ano, o PNUD assinou um Memorando de Entendimento com o Instituto Virada Sustentável. Na parceria, estão previstas atividades para mobilização e disseminação da Agenda 2030 e dos ODS. O objetivo é promover a ação social colaborativa com diferentes setores da sociedade para garantir o alcance do desenvolvimento sustentável no país.

Para conferir a programação completa da Virada, acesse aqui.

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

A ex-República jugoslava da Macedônia Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Suazilândia Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue