Concurso de Fotos ODS tem inscrições prorrogadas para até o dia 20

10/out/2017

Pode participar o público em geral, de qualquer Estado do Brasil ou do Distrito Federal. Não há limite para o envio de imagens por participantes.

As inscrições para o Concurso de Fotos ODS, promovido pelo PNUD, foram prorrogadas para até o dia 20 deste mês. Pode participar do concurso o público em geral, de qualquer Estado do Brasil ou do Distrito Federal, assim como estrangeiros residentes no país com devida autorização. Os candidatos devem ter 18 anos de idade ou mais no momento da inscrição.

São 17 categorias, cada uma sobre um ODS específico, e serão selecionadas até três imagens por categoria. Os vencedores receberão certificado de reconhecimento do PNUD. Não há limite para o envio de imagens por participantes.

As fotografias devem ser enviadas para o email concursodefotos@undp.org, acompanhadas da autorização de uso de imagem assinada pelo(a) candidato(a), descrição do contexto da fotografia e nome completo e endereço (físico e eletrônico) do(a) autor(a). As imagens devem ser de até nove megabytes.

Somente serão aceitas as inscrições de fotografias inéditas, que não tenham sido apresentadas em materiais de divulgação ou premiadas em outros concursos até a data de inscrição. As fotografias serão selecionadas de acordo com critério de linguagem fotográfica, originalidade, criatividade, aderência aos ODS e respeito aos direitos humanos.

Com base na Agenda 2030, o PNUD pretende, com o concurso, identificar imagens que remetem à adoção e à implementação dos ODS, de tal forma que isso possa colaborar para a disseminação de boas práticas que favoreçam o desenvolvimento econômico, social e ambiental no Brasil, de forma integrada.

Acesse aqui o edital do “Concurso de Fotos ODS”. O download do termo de autorização de uso de imagem pode ser feito aqui. Mais informações podem ser obtidas por meio do email concursodefotos@undp.org. Para conhecer mais sobre os ODS e a Agenda 2030, acesse www.agenda2030.org.br.

 

 

 

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

A ex-República jugoslava da Macedônia Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Suazilândia Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue