Grupo Assessor da ONU para a Agenda 2030 lança glossário de termos sobre o ODS 13

31/out/2017

Com o glossário, o Grupo Assessor pretende orientar políticas públicas para o combate à mudança do clima. Foto: Guilherme Larsen/PNUD Brasil.

O que são Fundo Verde para o Clima, Gases de Efeito Estufa, Resiliência, Mobilização de Recursos Financeiros, no contexto da mudança global do clima? São muitos os conceitos sobre o tema e nem sempre há consenso sobre eles. Para apresentar, de forma propositiva, as definições internacionalmente acordadas sobre mudança do clima, observadas à realidade brasileira, o Grupo Assessor do Sistema ONU no Brasil sobre a Agenda 2030 acaba de lançar o glossário de termos e definições sobre mudança do clima, com base no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável 13 (Ação contra a mudança global do clima). O documento também pretende orientar políticas públicas para o combate à mudança do clima e promover o debate, de forma neutra, entre instituições e indivíduos.

A fim de disseminar informações e fortalecer a discussão sobre o tema, o glossário traz ainda o texto em português do Acordo de Paris, aprovado em 2015 pelos países que fazem parte da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC). O documento também apresenta informações sobre as principais instituições que compõem o regime multilateral da mudança do clima, como o Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima (IPCC, na sigla em inglês), a UNFCCC e o Protocolo de Quioto.

Desde a entrada em vigor da Agenda 2030, o Grupo Assessor da ONU no Brasil já lançou três glossários: ODS 5 (Igualdade de gênero), ODS 9 (Indústria, Inovação e Infraestrutura) e ODS 13 (Ação contra a mudança global do clima). Os glossários são elaborados com apoio das agências, fundos e programas da ONU no país, de acordo com os respectivos mandatos.

“As Nações Unidas no Brasil esperam que o exercício consubstanciado por esta publicação e pelos demais glossários da série sejam úteis para a construção de agendas propositivas e comprometidas com a implementação da Agenda 2030 no país. Considerando o mesmo espírito de cooperação que pautou sua relação com o governo brasileiro desde o processo preparatório da Rio+20, o Sistema das Nações unidas no Brasil envida esforços para contribuir de forma substancial para o devido cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, diz o coordenador residente do Sistema ONU no Brasil, Niky Fabiancic.

Na avaliação do assessor sênior do PNUD e co-presidente do Grupo Assessor da ONU no Brasil para a Agenda 2030, Haroldo Machado Filho, apresentar a definição de termos específicos para cada ODS é ferramenta fundamental para a formulação de políticas públicas com enfoque no desenvolvimento sustentável.

“Esses glossários constituem, portanto, relevante ferramenta de apoio à compreensão integrada dos temas da Agenda 2030. Conhecer os conceitos por trás do compromisso firmado pelos países, com destaque para a participação do Brasil na Cúpula do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas em setembro de 2015, é fundamental para embasar a formulação de políticas, além de guiar sua implementação e acompanhamento ao longo dos próximos anos”, afirma Haroldo Machado Filho.

O download do glossário do ODS 13 pode ser feito aqui.