Plataforma de Filantropia no Brasil lança relatório sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Filantropia na agenda de desenvolvimento global

4/dez/2017

Foto: Diego Torres Silvestre/ Flickr

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com a Rockefeller Philanthropy Advisors, lançará o relatório Filantropia e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: engajando o investimento social privado na agenda do desenvolvimento global em evento no Observatório do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ), no próximo dia 12 de dezembro, das 9h às 12h.

O relatório é um esforço de mapeamento da implementação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no país por atores de filantropia, empresas e sociedade civil. Resulta da parceria de várias fundações nacionais e institutos, como Fundação Roberto Marinho, Rede Globo, Instituto C&A, Itaú, Fundação Itaú Social, Fundação Banco do Brasil e Instituto Sabin, e conta com o apoio de GIFE, IDIS, WINGS e Comunitas.

Representante residente assistente para programa do PNUD, Maristela Baioni destaca que “a organização reconhece a liderança das fundações e institutos filantrópicos nos vários segmentos da sociedade com o desenvolvimento de ações que possuem um papel transformador no país. Estamos confiantes de que o trabalho feito aqui, alinhado com a Agenda 2030, vai se tornar referência no investimento privado e social nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”.

A Plataforma de Filantropia busca alavancar recursos entre os parceiros, construindo canais de diálogo intersetorial e dando aos beneficiários e aos doadores mais voz no plano nacional de implementação dos ODS. A plataforma é um projeto de parceria entre organizações filantrópicas, as Nações Unidas, governos, sociedade civil e empresas de impacto social para o alcance dos ODS.

Para se inscrever no evento do Museu do Amanhã: https://iniciativaincluir.typeform.com/to/n7w3YY.

Mais informações estão disponíveis em www.SDGphilanthropy.org.

Para se engajar no debate no Twitter: PhilSDGs

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

A ex-República jugoslava da Macedônia Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Suazilândia Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue