Foto: Tiago Zenero / PNUD Brasil

O Conselho Gestor do Viva Voluntário realizou sua 2ª reunião ordinária na segunda-feira (28), na Casa da ONU, em Brasília, para compartilhar os trabalhos realizados desde o estabelecimento do programa e discutir as condições necessárias para dar continuidade às atividades previstas no planejamento, além de identificar aspectos que merecem mais atenção.

A assessora especial da Casa Civil da Presidência da República, Martha Seiller, liderou a mesa de abertura e enfatizou os avanços até o momento. O próximo passo é traçar as atividades necessárias para implementar todo os objetivos do Viva Voluntário.

Uma das iniciativas já em prática foi a criação do Prêmio Viva Voluntário, que visa reconhecer a atuação de cidadãos e entidades responsáveis por atividades voluntárias com impactos transformadores na sociedade e voltadas ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). As inscrições estão abertas de hoje, 28 de maio, até o fim de junho próximo. A premiação está prevista para 28 de agosto, Dia Nacional do Voluntariado. O edital para o Prêmio Viva Voluntário está disponível em http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=530&pagina=1&data=28/05/2018

Para o próximo mês, está programada campanha de arrecadação de alimentos, roupas e fraldas destinadas a crianças venezuelanas menores de 4 anos de idade estabelecidas em Roraima. Serão espalhadas 50 caixas para a coleta de doações nos ministérios, nas sedes das estatais, como o Banco do Brasil e a Caixa Econômica, e na Casa da ONU, em Brasília.  A iniciativa é da Presidência da República com apoio do PNUD e do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR).

A oficial de programa para Paz e Governança do PNUD no Brasil, Moema Freire, falou sobre o desenvolvimento do Viva Voluntário nas cidades-piloto. “Foram selecionadas pelo Conselho Gestor as cidades de Salvador, São Paulo, Porto Alegre, Brasília e Boa Vista como cidades-piloto na primeira fase do programa. As cidades-piloto contarão com ações intensivas de capacitação e mobilização do programa, como forma de potencializar as ações do Viva Voluntário em todas as regiões do país, a partir desses pólos”. A ação nas cidades-piloto contará ainda com a parceria do Programa de Voluntariado das Nações Unidas(UNV).  

Entre as próximas atividades do Comitê Gestor do Viva Voluntário, programadas para 2018, estão o desenvolvimento da Plataforma Digital do Voluntariado, ferramenta que reunirá as iniciativas e projetos das organizações que precisam de voluntários; o estabelecimento oficial das cinco cidades-piloto em cada uma das regiões do país; apresentação da proposta do código de ética do voluntário; e o incentivo à participação em atividades voluntárias por parte dos servidores públicos.

Conheça o Conselho Gestor:  http://www4.planalto.gov.br/vivavoluntario/noticias/programa-viva-voluntario-divulga-resultado-preliminar-da-selecao-para-comite-gestor

Saiba mais sobre o Programa Nacional de Voluntariado:

http://www4.planalto.gov.br/vivavoluntario

 

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue