undp-br-oeste-parana-2018-3
Municípios do Oeste do Paraná participam de oficinas sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

A sensibilização e o compromisso com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estão ganhando força no Oeste do Paraná. Nos próximos meses, o PNUD e a Itaipu Binacional promoverão reuniões e Seminários Microrregionais na região para debates sobre o tema e a elaboração de uma agenda conjunta. A iniciativa, que começou em agosto de 2017 e contempla os 54 municípios da região, faz parte do Projeto Oeste 2030: Cooperação para o Desenvolvimento Sustentável.

Até 2019, serão três eixos de atuação: Diálogos Municipais, Avaliação e Monitoramento e Formação. O primeiro, que teve início no ano passado, dividiu-se em duas fases: as primeiras reuniões trouxeram informações sobre os ODS com o objetivo de sensibilizar os participantes. As reuniões seguintes iniciaram-se em 31 de janeiro deste ano em Ubiratã. Nessa fase, será elaborada uma Agenda de Atuação Conjunta com a participação do setor público, setor produtivo, centros de ensino e terceiro setor. As atividades do primeiro eixo se encerram em julho de 2018.

No segundo eixo, Avaliação e Monitoramento, o PNUD está mapeando uma série de indicadores municipais de fontes recentes e oficiais, que serão utilizados na elaboração de estudos e diagnósticos sobre os indicadores ODS na região. Para isso, será criada uma base de dados municipais. O projeto também prevê o desenvolvimento de uma plataforma, online e gratuita, de busca de indicadores. Nela, será possível acompanhar o progresso dos ODS em cada município. A previsão de lançamento da plataforma é para o fim do primeiro semestre deste ano.

O terceiro eixo, Formação, está programado para o primeiro semestre de 2019. Agentes locais serão capacitados em ODS para que continuem atentos aos problemas da região e possam utilizar a base de dados na gestão pública e privada para o alcance do desenvolvimento sustentável.

O projeto está integrado à Agenda 2030, a nova agenda de desenvolvimento sustentável para superar os principais desafios que interferem o progresso da humanidade, como a fome e a miséria, a mudança global do clima, a crise econômica, a desigualdade de gênero, entre outros.

As próximas reuniões do mês de fevereiro serão nos municípios de Terra Roxa, Missal, Itaipulândia, Três Barras do Paraná, Boa Vista da Aparecida e Catanduvas. 

Icon of SDG 11 Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

A ex-República jugoslava da Macedônia Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Suazilândia Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue