Foto: UNV.

O Programa Nacional de Voluntariado - Viva Voluntário estreia localmente em três cidades brasileiras durante o mês de outubro: Porto Alegre, São Paulo e Brasília serão as primeiras capitais a receberem a cerimônia de lançamento do projeto. Já Salvador e Boa Vista celebram o começo das atividades locais em novembro.

Os eventos marcam o início da estratégia de sensibilização local junto a entidades da sociedade civil e aos setores público e privado para engajamento em ações voluntárias. Para dar início às atividades do programa, foram escolhidas cinco capitais, uma em cada região do Brasil.

O Viva Voluntário, que reúne políticas para o fomento à participação comunitária por meio do voluntariado, tem como principal ferramenta sua plataforma virtual (www.vivavoluntario.org), no ar desde o último 28 de agosto. A página funciona em formato de rede social e conecta oportunidades de voluntariado com pessoas interessadas em doar seu tempo para atividades voluntárias. O projeto é uma parceria entre a Casa Civil da Presidencia da República e o PNUD, e todas as atividades do projeto são identificadas de acordo com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para o qual contribuem.

Cidades-piloto

A partir de outubro, além da plataforma, o programa passará a executar sua estratégia de sensibilização local, na qual equipes do PNUD trabalharão regionalmente para engajar instituições e cidadãos.

O programa Viva Voluntário atuará em parceria com Organizações da Sociedade Civil locais que fazem parte de seu Conselho Gestor, bem como com a área de responsabilidade social de empresas privadas, para a mobilização de entidades e engajamento da sociedade civil em ações relativas às necessidades de cada região.

As três primeiras capitais – Porto Alegre, São Paulo e Brasília – receberão eventos de lançamento em outubro. Já as regiões Norte e Nordeste sediarão o evento em novembro.

Eventos

Em Brasília, a cerimônia de lançamento do programa Viva Voluntário será em parceria com o Governo do Distrito Federal e o Programa Brasília Cidadã, no Palácio do Buriti, em 18 de outubro às 14h30. Na ocasião, além da apresentação do projeto, estarão presentes as principais autoridades locais que trabalham para a promoção do voluntariado.

Representante da Região Sudeste no projeto, São Paulo receberá o evento em 17 de outubro, na Escola Municipal de Administração - EMASP, das 15h às 17h. Em seguida, a capital gaúcha receberá o evento, em 19 de outubro, no auditório Érico Veríssimo, da Fecomercio-RS, a partir das 9h30. Salvador e Boa Vista iniciarão as atividades de sensibilização em novembro. As cerimônias de lançamento serão em 6 e 8 de novembro, respectivamente, em local e horário a definir.

O programa

O Programa Nacional de Voluntariado é uma iniciativa do Governo Federal, em parceria com o PNUD, que reúne esforços do setor público, do terceiro setor e da iniciativa privada para promover o engajamento dos cidadãos em ações transformadoras da sociedade. Baseado no Decreto 9.149/2017, que dá origem ao programa e ao Prêmio Viva Voluntário, o projeto cria ferramentas que fomentam o desenvolvimento de ações voluntárias e de educação para a cidadania.

 

Serviço: Lançamento regional do programa Viva Voluntário

 

São Paulo

Escola Municipal de Administração - EMASP

17 de outubro, às 15h

 

Brasília

Palácio do Buriti – Salão Branco

18 de outubro, às 14h30

 

Porto Alegre

Auditório Érico Veríssimo da Fecomercio-RS

19 de outubro, às 9h30

 

 

Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

A ex-República jugoslava da Macedônia Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Suazilândia Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue