Foto: Agência Petrobras.

Atuar na ampliação de capacidades locais e estimular o desenvolvimento territorial sustentável em 110 municípios onde a Petrobras está presente são os objetivos do  acordo firmado entre a companhia e o PNUD na terça-feira 25. Assinada no aniversário de três anos da aprovação da Agenda 2030 e seus Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), a parceria alcançará cerca de 2.200 participantes, incluindo gestores municipais, instituições executoras de projetos socioambientais apoiados pela Petrobras e outros atores locais relevantes.

A ideia é que o fomento ao desenvolvimento local e à conservação ambiental promovam o desenvolvimento comunitário e a proteção de direitos humanos. O projeto faz parte do Programa Petrobras Socioambiental e alinha-se à Política de Responsabilidade Social da companhia.

Serão conduzidos processos de diagnósticos socioeconômicos e ambientais à luz dos 17 ODS e o fortalecimento de gestores públicos e instituições locais por meio de cursos de capacitação, para a aceleração da implementação desses objetivos. O programa possibilitará que esses atores adaptem os objetivos e metas à realidade local, desenvolvam planejamento com abordagens multi-setoriais e estipulem indicadores para medir e monitorar o desenvolvimento.

Além da capacitação nos 110 municípios previstos, o trabalho será aprofundado com atividades presenciais em seis áreas no entorno de instalações da Petrobras, entre elas o Comperj, em Itaboraí (RJ), a Refinaria Abreu e Lima, em Ipojuca (PE), e unidades de exploração e produção no Rio Grande do Norte e Ceará. O conhecimento e os materiais metodológicos gerados pelo projeto serão disponibilizados para outros públicos, com vistas à replicação dos resultados do projeto.

“Esta iniciativa potencializa o relacionamento comunitário, a ação da companhia no entorno das nossas instalações e está alinhada com o esforço global para o alcance dos ODS”, afirmou o diretor executivo de Assuntos Corporativos da Petrobras, Eberaldo de Almeida Neto.

“Estamos comprometidos, em parceria com a Petrobras, em levar a agenda de desenvolvimento sustentável para os municípios onde a empresa opera”, declarou o Diretor de País do PNUD, Didier Trebucq. “Isso envolverá a participação de atores locais em um esforço conjunto para não deixar ninguém para trás”, acrescentou.

Os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável foram aprovados na 70º Assembleia Geral das Nações Unidas pelos 193 Estados-Membros da organização – incluindo o Brasil – em setembro de 2015, quando se tornaram as prioridades e aspirações da agenda global até 2030.

Do PNUD com informações da Petrobras.

 

Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

A ex-República jugoslava da Macedônia Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Suazilândia Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue