Gabriel Torres

Teresina foi o cenário escolhido para a realização do evento "Negócios de Impacto: Desafios e Oportunidades no Piauí", realizado na manhã de ontem, quinta-feira 13. Uma iniciativa do PNUD Brasil, em parceria com FIEPI, Senai/Piauí, Sebrae no Piauí e Governo do Estado, a atividade teve como objetivo identificar, dar visibilidade e fortalecer o setor na região. 

Mais de 70 pessoas participaram do evento, que contou com uma sessão de boas-vindas de representantes do PNUD e parceiros, palestras, painéis e rodas de conversa sobre o que são, como investir e acelerar negócios de impacto, iniciativas de ecossistemas de negócios de impacto com foco em desenvolvimento local e investidores com atuação regional.

De acordo com o coordenador da área de Pessoas e Prosperidade do PNUD no Brasil, Cristiano Prado, a presença do PNUD em Teresina, as parcerias que vem sendo desenvolvidas na região e iniciativas como o seminário fomentam localmente o desenvolvimento da Agenda 2030, por meio dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Para isso, entretanto, o setor privado também precisa estar presente. "Somente os poderes públicos, em todo o mundo, não são suficientes para o avanço da agenda. É preciso que o setor privado também atue em conjunto, e ele atuará se conseguir enxergar oportunidades de negócio. Aí surgem os negócios de impacto: a ideia de que é possível fazer negócio, ter lucro, gerar emprego e renda, ao mesmo tempo em que se faz bem para a sociedade", destacou o coordenador durante a abertura do evento.

Incluir

Considerado o primeiro passo para identificar oportunidades de negócios de impacto no Piauí, além de dialogar sobre o que é preciso fazer para que o setor se desenvolva na região, o evento acompanha outras iniciativas do PNUD Brasil realizadas em diferentes estados brasileiros, com foco em reduzir a pobreza e tornar o desenvolvimento mais inclusivo.

Como é o caso da iniciativa Incluir. Uma rede de diálogo e de troca de conhecimentos para que as empresas, associações empresariais e formuladores de políticas públicas conheçam experiências corporativas de sucesso e se articulem para promover negócios inclusivos e de impacto social.  

Para a especialista em setor privado e inovação do PNUD Brasil, Luciana Aguiar, criar valores compartilhados entre negócios e a sociedade aumenta a resiliência às oscilações da economia, às variações climáticas, problemas para a sociedade e lacunas de desenvolvimento. "Entendemos que há uma janela para o setor privado desenvolver novas soluções e novas oportunidades de negócio para responder às demandas da sociedade", explicou.

Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

A ex-República jugoslava da Macedônia Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Suazilândia Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue