Foto: PNUD

A produtora FINCH, a Mars Incorporated (fabricante, entre diversos produtos, do chocolate Mars) e o PNUD anunciaram uma iniciativa voltada para a transformação da vida dos animais em todo o mundo. Anunciantes poderão contribuir com uma porcentagem de seu gasto em mídia, a ser convertida em projetos para a proteção da vida selvagem.

A iniciativa, um fundo chamado The Lion’s Share, convidará seus parceiros a contribuírem com 0.5% dos gastos de cada anúncio envolvendo animais. Os recursos serão utilizados na proteção a animais e a seus habitats mundo afora. A Mars é o primeiro anunciante parceiro da The Lion’s Share.

“Os animais estão em 20% de todos os anúncios que vemos. No entanto, eles nem sempre recebem o apoio que deveriam. Até agora!”, disse o Embaixador  Especial da The Lion’s Share, Sir David Attenborough.

“O The Lion’s Share demonstra que, começando a fazer a diferença hoje, temos a oportunidade de fazer uma diferença sem precedentes amanhã”, acrescentou Attenborough.

O Fundo, que será hospedado pelo PNUD, visa angariar $100 milhões de dólares por ano dentro de três anos, com o dinheiro sendo investido em programas de preservação e proteção animal a serem implementados pelas Nações Unidas e organizações da sociedade civil. Outros parceiros incluem a rede de agências de publicidade BBDO e empresa de pesquisa Nielsen.

“Os animais selvagens e seus habitats estão em crise no momento. Estamos perdendo espécies em proporção inédita, estimada em mil vezes mais que a taxa de extinção natural. O The Lion’s Share é uma ideia tão inovadora quanto simples e poderá ter impacto real no futuro dos animais, seus habitats e em nosso planeta”, declarou o Administrator do PNUD, Achim Steiner.

Para o chefe de Marketing e oficial de Atendimento ao Cliente da Mars, Andrew Clarke,  o fundo será uma maneira poderosa para empresas deixarem um legado de longa duração. “O The Lion’s Share é exatamente o tipo de iniciativa ambiciosa que precisamos tomar para garantir um planeta mais saudável para todos – incluindo os animais. Para a Mars, é um passo a mais para colocar em prática os compromissos  de seu plano ‘Sustentável em uma Geração’.”

“Somos apaixonados por conservação da vida selvagem e por manter a biodiversidade necessária para nosso planeta. E os animais precisam de nossa ajuda diretamente. Incentivamos outras empresas e marcas a se unirem a nós no The Lion’s Share para ajudar a construir um movimento para enfrentar esses problemas críticos”, acrescentou Clarke.

Segundo o fundador da FINCH, Rob Galluzo, autor da ideia junto com o diretor cinematográfico Christopher Nelius: “Nove entre os 10 animais mais populares que vemos em comerciais estão em perigo ou ameaçados, e eles nem sempre recebem a ajuda que merecem. Na verdade, geralmente é o contrário. Cristopher teve essa ideia incrível para solucionar esse problema, e nós da FINCH nos comprometemos a fazer acontecer. Firmamos uma parceria com a Clemenger BBDO para dar vida a  esse conceito.”

O Fundo tem um comitê diretor conjunto que tomará decisões sobre programas prioritários.

O The Lion’s Share trabalhará para contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Ajudar os animais e conservar seus habitats é primordial para alcançar o ODS 14, Vida na Água, e o ODS 15, Vida Terrestre.

“É nossa responsabilidade como humanos proteger todas as vidas em nosso planeta”, afirmou o ator e Embaixador da Boa Vontade do PNUD Nikolaj Coster-Waldau, que lançou o The Lion’s Share em Cannes em uma entrevista com a primeira unidade feminina de anti-caça ilegal da África do Sul, a Black Mambas.

“Não podemos alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável lançados pela ONU e pelos líderes mundiais para proteger o futuro e garantir a prosperidade para todas as pessoas sem preservar os habitats naturais para todos os seres vivos – desde animais selvagens até a vida marinha”, acrescentou Coster-Waldau.

“The Lion’s Share é uma iniciativa animadora porque tem imenso potencial para ajudar trabalhos de conservação de base como o nosso. Estamos trabalhando firme todos os dias para prevenir a caça ilegal e ajudar algumas das espécies mais ameaçadas. Não vemos a hora de ter o apoio do The Lion’s Share”, declarou Collette Ngobenida, da Black Mambas.

 

Icon of SDG 14 Icon of SDG 15

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue