Foto: Vanessa Zanella

Movimentar-se é um vetor do desenvolvimento humano e deve estar acessível a todos os indivíduos. Com essa premissa, escolas da rede municipal de ensino de Maceió participam, desde agosto passado, do projeto Escolas Ativas, uma continuação da já consolidada parceria entre a Secretaria Municipal de Educação de Maceió (SEMED) e o PNUD.

A iniciativa busca fazer com que as escolas sejam espaços em que as atividades físicas cotidianas e as práticas corporais – no esporte, na dança, na ginástica, na expressão corporal – sejam tratadas como um capital para a vida humana e, com isso, tornem as crianças e os adolescentes mais ativos no ambiente escolar e fora dele.

A gerente de projetos do PNUD e coordenadora do Escolas Ativas, Vanessa Zanella, explica que o projeto é um desdobramento dos resultados e recomendações da Pesquisa de Escolas Ativas e do Relatório de Desenvolvimento Humano Movimento é Vida. Ela relata que o objetivo principal é apoiar as escolas de Maceió a se tornarem mais amigas do movimento, do esporte e da atividade física: "É um trabalho orgânico, com profissionais de 10 escolas, ou seja, 10% da rede municipal, que participam do grupo Comunidades de Escolas Ativas. São professores, coordenadores, assistentes sociais etc., que se reúnem uma vez por mês para discutir maneiras de tornar as escolas mais ativas, com orientação de especialistas do PNUD".

As escolas estão distribuídas de modo a contemplar a maioria das regiões administrativas da cidade, e o projeto busca apoiar movimentos capazes de acolher as crianças dentro do ambiente escolar, não apenas na educação física e no intervalo das aulas, mas durante todo o período escolar. Além de apresentar melhores resultados no desempenho dos alunos, essa ação transforma o ambiente escolar, tornando-o mais livre, feliz e receptivo para jovens e crianças, impulsionando o desenvolvimento humano.

Para a secretária de Educação de Maceió, Ana Dayse Dorea, o projeto é interessante porque as próprias escolas podem apontar as melhores formas para movimentar os estudantes. "É um projeto que se encaixa muito bem com algumas iniciativas da Secretaria que são realizadas nas escolas, e nossas crianças precisam muito de ações como essa", afirma.

O próximo encontro da Comunidade de Escolas Ativas ocorre nesta sexta-feira, 5 de abril. Até o momento, a iniciativa realizou dois seminários de mobilização e sensibilização da comunidade escolar; três reuniões da Comunidade de Prática; 10 visitas a escolas municipais; observação em 10 escolas para subsidiar diagnóstico e recomendações para o novo Caderno de Desenvolvimento Humano sobre Escolas Ativas, com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (UFAL); criação de metodologia de ativação de escolas, baseada no conceito de Comunidades de Práticas; e a entrega de um aplicativo contendo a Escala de Escola Ativa, que possibilitou o mapeamento do nível escolar ativo em 96 escolas locais.

Icon of SDG 03 Icon of SDG 04

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue