Foto: Rede Brasil do Pacto Global

Os vencedores de todas as categorias e eixos do Prêmio ODS Pacto Global foram anunciados nesta quinta-feira (16), em São Paulo. A iniciativa da Rede Brasil do Pacto Global, vinculada ao PNUD, visa sensibilizar e reconhecer práticas de empresas, profissionais e academia em consonância com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Dos 800 projetos inscritos e 36 finalistas, 13 receberam o prêmio: cinco grandes empresas, quatro pequenas e médias empresas (PMEs), três instituições de ensino e um jovem profissional. O evento teve cerca de 300 convidados, além de 1,5 milhão de pessoas que acompanharam a transmissão ao vivo online.

As inscrições dividiram-se entre as cinco áreas prioritárias da Agenda 2030: Pessoas, Planeta, Paz, Prosperidade e Parcerias. A seleção levou em conta os critérios da consultoria PwC, que também auditou o processo. Uma banca avaliadora independente definiu os finalistas e vencedores.

Lembrando a referência da Carta das Nações Unidas à união dos povos e o lema da Agenda 2030, "Não deixar ninguém para trás", a presidente da Rede Brasil do Pacto Global, Denise Hills, destacou a importância do debate sobre a Agenda 2030 na iniciativa privada.

"A Rede Brasil busca reconhecer o bom trabalho das empresas e sempre levar o debate em torno dos ODS. Por isso, além da premiação, hoje tivemos também a visão dos princípios da organização, que vão estar aqui sendo discutidos, e como eles atuam em sustentabilidade coorporativa no Brasil", afirmou na abertura do evento.

A representante-residente do PNUD no Brasil, Katyna Argueta, concordou: "O Prêmio ODS da Rede Brasil do Pacto Global oferece bons exemplos de como novas soluções podem ser incorporadas aos modelos de negócio das empresas para transformar realidades, encontrar soluções conjuntas com a sociedade civil e influenciar os mais diversos públicos, sejam eles colaboradores, fornecedores, distribuidores, consumidores, governos ou academia".

O prêmio tem o apoio das empresas Natura, Ambev, MRV e Klabin. 

Abaixo, a relação dos premiados:

 

Grandes Empresas

Eixo Parcerias: Ações Educativas de Eficiência Energética (Neoenergia);

Eixo Paz: Projeto Internet Sem Bullying (COPEL Telecom);

Eixo Prosperidade: Enel Compartilha Empreendedorismo (Enel Brasil);

Eixo Planeta: Living LAB em Campinas (CPFL Energia);

Eixo Pessoas: Projeto Florada (3 Corações).

 

Pequenas e Médias Empresas

Eixo Parcerias: Valorização da Neurodiversidade (Specialisterne Brasil);

Eixo Prosperidade: Brindes Upcycling (Netza Promoções e Eventos);

Eixo Planeta: Reciclagem a Seco de Embalagens Plásticas Contaminadas (Eco Panplas);

Eixo Pessoas: Estúdio Escola de Animação (Baluarte).

 

Academia

Eixo Prosperidade: Horticultura Orgânica em Comunidades Socialmente Vulneráveis no litoral do Paraná (Unespar);

Eixo Planeta: Horta Comunitária: Novos Caminhos e Saberes (Universidade Metodista de São Paulo);

Eixo Pessoas: Planejamentos de empreendimentos sociais - PUC-RJ/IAG Business School.

 

Jovens Profissionais 

Juliana Oliveira (Nestlé).

Icon of SDG 08 Icon of SDG 09 Icon of SDG 11 Icon of SDG 12 Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Croácia Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Emirados Árabes Unidos Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Federação Russa Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue