Foto: Guilherme Larsen/PNUD.

Para catalisar o potencial criativo de inúmeras mentes em isolamento, o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), com apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, estão organizando um hackathon gratuito, o HACKCOVID19. Durante 72 horas, entre os dias 15 e 17 de maio, os participantes vão colaborar online em projetos que visem resolver os desafios da covid-19. O HACKCOVID19 contará com o auxílio de mentores experientes de diversas áreas e com o conhecimento científico e infraestrutura do CBPF, Fiocruz e LNCC. O objetivo é criar soluções que beneficiem diferentes comunidades e fortaleçam a resposta para a pandemia.

Os participantes poderão trabalhar no desenvolvimento de soluções em diferentes segmentos: saúde, comunidade, populações vulneráveis, empresas e comércio, educação, arte e cultura e meio ambiente e informação.

Para se inscrever no HACKCOVID19, os participantes devem ser maiores de idade e escolher uma das seguintes opções: “Hacker” e “Ativador”. Na primeira opção, os participantes formarão equipes e desenvolverão um projeto ao longo do desafio. Quem optar por se inscrever como “Ativador” poderá propor desafios relacionados às diferentes temáticas do edital e trabalhará com diversos times durante o hackaton.  Podem participar pessoas de diferentes áreas de formação e nível de escolaridade. Não há limitações no número de participantes. Os organizadores irão decidir o número total de participantes levando em consideração a produtividade das equipes.

Os projetos devem propor o desenvolvimento de uma tecnologia que vise resolver um desafio inicial e que deve se enquadrar em uma das seguintes categorias: design, protótipo ou simulação.

Serão premiados os primeiros, segundo e terceiros lugares. O objetivo é motivar as equipes em trabalhos colaborativos voltados às necessidades da sociedade. A intenção é que os projetos vencedores possam ser desenvolvidos até o final e que cheguem ao grande público. Os vencedores terão o acompanhamento do Núcleo de Inovação Tecnológica das Unidades de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.  

Parceria

Para o HACKCOVID19, as entidades organizadoras firmaram uma parceria com o PNUD, por meio de um Memorando de Entendimento. O foco é colaborar na realização do evento e incentivar a criação de soluções inovadoras, rápidas e de baixo custo para minimizar os efeitos do isolamento e da quarentena de forma a facilitar a recuperação de diversos setores no país.

A chamada para propostas de desafios está aberta até o próximo dia 4 de maio. Já as inscrições para o hackaton, podem ser realizadas a partir do dia 15 do mesmo mês. Mais informações em https://hackcovid-19.devpost.com/

 

 

Icon of SDG 01 Icon of SDG 03 Icon of SDG 09 Icon of SDG 10 Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue