Vista aérea de Caruaru, em Pernambuco. Crédito da foto: Israel Neiva (CC)

O PNUD e o ONU-Habitat firmaram parceria para fortalecer a Rede de Cidades (G51), composta por municípios-polo da área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE). O objetivo é contribuir com a implementação do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE).

A iniciativa promoverá políticas amparadas em modelos de governança compartilhada e estimulará as capacidades institucionais dos municípios em temas como planejamento regional, financiamento e desenvolvimento de projetos, governo digital e cidades inteligentes centradas nas pessoas.

Outra meta é melhorar o planejamento urbano e territorial integrado das 51 cidades priorizadas pela SUDENE com base nos princípios da Nova Agenda Urbana, declaração aprovada em 2016 na Conferência Habitat III que estabelece princípios e diretrizes relacionadas à gestão urbana, repensando as cidades e o fenômeno da urbanização.

“A iniciativa conjunta possibilita que a Rede G51 receba aportes tanto do PNUD quanto do ONU-Habitat, contribuindo para o fortalecimento das capacidades técnicas e institucionais que permitirão às cidades cumprir seu papel de promotores do desenvolvimento sustentável no Nordeste”, disse a assessora de Desenvolvimento Territorial e Cooperação Descentralizada do PNUD no Brasil, Ieva Lazareviciute.

A parceria também promoverá estratégias de comunicação e advocacy para posicionar a rede de municípios como referência regional para informação, difusão e implementação de iniciativas relacionadas ao desenvolvimento urbano sustentável.

Para tanto, haverá oficinas de intercâmbio e cooperação com especialistas nacionais e internacionais em governança compartilhada e gestão em rede, estimulando as cidades a trabalharem em conjunto. Outra etapa é a avaliação e priorização das necessidades de capacitação do setor público e a realização de treinamentos remotos.

O responsável pelo projeto na SUDENE, Renato Vaz ressalta que a superintendência tem buscado fortalecer seu papel articulador e indutor do desenvolvimento para, em conjunto com os municípios da região, implementar a estratégia territorial do PRDNE – Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste.

Para a oficial nacional do ONU-Habitat para o Brasil, Rayne Moraes, o projeto possibilitará uma interação inédita com um conjunto de municípios na área de atuação da SUDENE, “o que fortalecerá em muito a capacidade de trabalho em rede e o planejamento de estratégias urbanas sustentáveis”.

O projeto terá início imediato e será executado em 10 meses, com ações implementadas pela equipe técnica e operacional destacada pelo ONU-Habitat e em estreita parceria e interface com os/as profissionais do PNUD e da SUDENE.

Icon of SDG 11 Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue