Foto: Creative Commons.

 

A América Latina e o Caribe foram duramente atingidos pela COVID-19. As consequências decorrentes da pandemia nas esferas econômica, social e política remetem às condições institucionais pré-existentes na região, incluindo baixa confiança nas instituições, polarização política e social, percepção de captura do Estado e fragilidade dos partidos políticos.

A COVID-19 vai além, portanto, de uma crise de saúde e deve ser entendida como uma crise de governança. Essas são algumas das conclusões de sete consultas que o PNUD realizou com diversas lideranças da região entre setembro e novembro de 2020.

As consultas apontaram também que a magnitude da crise de governança exige o reconhecimento de que se trata de uma crise sem precedentes e, portanto, são necessárias soluções inovadoras para alcançar as mudanças pretendidas. É preciso agir de forma diferenciada. 

Com base na abordagem do PNUD segundo a qual o desenvolvimento para a América Latina e o Caribe é uma rodovia de três pistas – produtividade, inclusão e resiliência –, com governança efetiva como pavimentação necessária, o relatório resultante das consultas apresenta oito princípios e cinco proposições. Intitulado "Latin America and the Caribbean: Effective Governance, beyond Recovery" (América Latina e Caribe: Governança efetiva, além da recuperação, em tradução livre para o português), o documento está disponível em inglês e espanhol.

 

 

 

Icon of SDG 03 Icon of SDG 16 Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue