Crédito da arte: Projeto Elos

 

Estimular a troca de ideias e experiências entre defesas civis, núcleos comunitários de proteção e defesa civil, instituições de ensino e pesquisa, ONGs, voluntárias e voluntários, setor privado, entre outros atores interessados em debater estratégias para fortalecer a implementação da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil nos municípios brasileiros. Esse foi o principal objetivo do Seminário de Boas Práticas em Proteção e Defesa Civil, realizado entre os dias 22 e 24 de junho.

O evento foi uma iniciativa do Projeto Elos, desenvolvido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR) em parceria com o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) – unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

O Elos é um dos resultados da Cooperação Técnica Internacional – Fortalecimento da Cultura de Gestão de Riscos de Desastres no Brasil, firmada entre o PNUD e o MDR, parceria responsável por diversos projetos e iniciativas que têm avançado a pauta da defesa civil no cenário nacional.

A abertura do Seminário de Boas Práticas em Proteção e Defesa Civil contou com a participação da representante assistente para programa do PNUD no Brasil, Maristela Baioni; do diretor do Cemaden, Osvaldo Luiz Leal de Moraes; e do secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves. Em sua fala, Maristela Baioni destacou a importância de o Projeto Elos trazer ao debate sociedade e governanças locais, de maneira a envolvê-las no processo de construção de comunidades mais seguras e resilientes, aproximando o Estado e seus agentes das necessidades e demandas efetivas de seus cidadãos e cidadãs.

O objetivo do Projeto Elos é elaborar o diagnóstico das capacidades e necessidades das estruturas municipais de Proteção e Defesa Civil no que tange à gestão local do risco de desastres e resposta a emergências. No Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil, os municípios são elos fundamentais para a construção da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil, pois é por meio da perspectiva local que serão apresentadas as capacidades e reais necessidades para uma gestão eficiente de suas principais ameaças, vulnerabilidades e possibilidades de atuação. 

Para mais informações sobre o Projeto Elos e o seminário: https://app.virtualieventos.com.br/seminarioelos/programacao

Icon of SDG 11 Icon of SDG 16 Icon of SDG 17

PNUD PNUD no mundo

Você está em PNUD Brasil 
Ir a PNUD Global

A

Afeganistão

Á

África do Sul

A

Albânia Angola Arábia Saudita Argélia Argentina Armênia Azerbaijão

B

Bahrein Bangladesh Barbados Belize Benim Bielorrússia Bolívia Bósnia e Herzegovina Botsuana Brasil Burkina Faso Burundi Butão

C

Cabo Verde Camarões Camboja Casaquistão Chade Chile China Chipre Colômbia Comores Costa do Marfim Costa Rica Cuba

D

Djibouti

E

Egito El Salvador Equador Eritréia Escritório do Pacífico Essuatíni Etiópia

F

Filipinas

G

Gabão Gâmbia Gana Geórgia Guatemala Guiana Guiné Guiné-Bissau Guiné Equatorial

H

Haiti Honduras

I

Iêmen Ilhas Maurício e Seychelles

Í

Índia

I

Indonésia Irã

J

Jamaica Jordânia

K

Kosovo Kuwait

L

Lesoto Líbano Libéria Líbia

M

Macedônia do Norte Madagascar Malásia Malauí Maldivas Mali Marrocos Mauritânia México Moçambique Moldova Mongólia Montenegro Myanmar

N

Namíbia Nepal Nicarágua Níger Nigéria

P

Panamá Papua Nova Guiné Paquistão Paraguai PDR do Laos Peru Programa de Assistência ao Povo Palestino

Q

Quênia Quirguistão

R

República Centro-Africana República Democrática do Congo República do Congo República do Iraque República Dominicana República Popular Democrática da Coreia Ruanda

S

Samoa (Escritório Multi-País) São Tomé e Príncipe Senegal Serra Leoa Sérvia Síria Somália Sri Lanka Sudão Sudão do Sul Suriname

T

Tailândia Tajiquistão Tanzânia Timor-Leste Togo Trinidad e Tobago Tucormenistão Tunísia Turquia

U

Ucrânia Uganda Uruguai Uzbequistão

V

Venezuela Vietnã

Z

Zâmbia Zimbábue